Quais os tipos de container mais utilizados?

Neste texto iremos saber quais são os tipos de container mais utilizados, bem como suas características específicas.

Considerado em certos casos como um tipo de embalagem, é desenhado com dimensões essenciais para o transporte nos modais marítimo e aéreo. Isso permite que a movimentação das mercadorias de importação e de exportação seja feita com maior segurança e organização.

Padronizado mundialmente, tornou-se um importante meio de armazenamento no Comércio Exterior para diversos tipos de produtos por suas especificidades únicas e possibilidade de transportar em grandes quantidades.

Por esta razão, sua função precípua é o acondicionamento de mercadorias que serão transportadas em navios, trens, aviões e carretas.

O que é um container?

O container é o principal recipiente para o transporte de cargas nos processos do Comércio Exterior, adaptado para ser utilizado em diversos modais de transporte. Também é conhecido como cofre de carga, uma vez que possui dispositivo de segurança previsto nas legislações nacional e internacional.

Vale ressaltar que no modal marítimo ele não é considerado um tipo de embalagem, mas sim parte da embarcação do navio.

O uso de container nas movimentações internacionais iniciou quando os comerciantes se depararam com as dificuldades de armazenar as mercadorias, sujeitas, a cada viagem, a avarias, deterioração e até à perda das mercadorias, o que gerava, assim, prejuízos constantes.

Foi então que Malcom McLean, diante da lentidão no processo de movimentação de mercadorias entre os portos de Nova York e Nova Jersey, criou o container como um recipiente de grandes dimensões no qual coubesse toda a quantidade dos itens a serem transportados.

Conhecendo os tipos de container

Atualmente o tamanho e a forma desse recipiente varia entre 20 e 40 pés de comprimento. Vejamos então os principais tipos existentes:

Dry 20 pés

Neste modelo de container utiliza-se em geral carga seca, como os produtos industrializados e não perecíveis, sendo assim, ideal para transportar bolsas, utensílios, pallets e caixas.

Suas medidas internas são 5,900m de comprimento x 2,352m de largura x 2,393m de altura, com capacidade de 33,17m³.

Externamente mede 6,058m de comprimento x 2,438m de largura x 2,591m de altura, e capacidade máxima de carga de 24 toneladas.

Dry 40 pés

A única diferença em relação ao Dry de 20 pés é justamente o comprimento, ele é maior e pode transportar maior quantidade de produtos, como cargas secas.

Possui as medidas internas de 12,032m de comprimento x 2,352m de largura x 2,392m de altura, com capacidade de 37,63m³.

Externamente as suas medidas são de 12,192m de comprimento x 2,438m de largura x 2,591m de altura, com carga máxima de 26,93 toneladas.

High Cube 40 pés

Este modelo possui espaços internos e externos maiores dos que os anteriormente citados, sendo indicado para transportes em grandes quantidades ou para carga de projetos customizados.

Tem as medidas internas de 12,032m de comprimento x 2,352m de largura x 2,698m de altura, com capacidade de 76,35m³.

Enquanto suas medidas externas são 6,058m de comprimento x 2,3438m de largura x 2,8951m de altura, com carga máxima de 26,33 toneladas.

Reefer (20 e 40 pés)

Este modelo é utilizado com exclusividade para carregamento a frio de mercadorias que requerem temperatura abaixo de zero ou que demandem controle de temperatura, por exemplo, carnes, peixes e frutas.

O Modelo 20 pés tem as medidas: 

  • Internas: 5,444m de comprimento x 2,294m de largura x 2,276m de altura, com capacidade cúbica de 28,40m³;
  • Externas: 6,058m de comprimento x 2,438m de largura x 2,591m de altura, com capacidade máxima de 22,360 toneladas.

Por outro lado, o modelo de 40 pés tem as medidas:

  • Internas: 11,561m de comprimento x 2,268m de largura x 2,249m de altura e capacidade cúbica de 58,96m³;
  • Externas: 12,192m de comprimento x 2,438m de largura x 2,590m de altura, com capacidade máxima de 26 Toneladas.

Open Top (20 e 40 pés)

Este modelo possui a parte superior aberta que possibilita assim, carregar mercadorias que precisam ser movimentadas na parte de cima do container.

O modelo Open Top de 20 pés tem as medidas: 

  • Internas: 5,895m de comprimento x 2,340m de largura x 2,286m de altura;
  • Externas: 6,059m de comprimento x 2,438m de largura x 2,591m de altura, com capacidade máxima de 24 toneladas e 32,2m³.

Já o modelo de 40 pés tem as medidas: 

  • Internas: 12,043m de comprimento x 2,438m de largura x 2,591m de altura;
  • Externas: 12,192m de comprimento x 2,438m de largura x 2,591m de altura, com capacidade máxima de 30.820kg e 65,6m³.

Plataforma (20 e 40 pés)

Este modelo não possui teto e nem laterais, o que exige a necessidade de amarração da mercadoria para transporte seguro, embora seja ideal para cargas com excesso de peso.

O modelo de 20 pés tem as medidas:

  • Internas: 6,020m de comprimento x 2,414m de largura;
  • Externas: 6,058m de comprimento x 2,438m de largura x 0,226m de altura, com capacidade cúbica de 29m³.

E o modelo de 40 pés tem as medidas: 

  • Internas: 12,150m de comprimento x 2,290m de largura;
  • Externas: 12,192m de comprimento x 2,438m de largura x 0,628m de altura e capacidade cúbica de 67m³.

Flat Rack (20 e 40 pés)

Este modelo é muito utilizado para o transporte de cargas que excedem em dimensões e peso. Não possui teto nem laterais, sendo principalmente utilizado para transportar equipamentos agrícolas e máquinas de construção civil.

O modelo de 20 pés tem as medidas:

  • Internas: 6,038m de comprimento x 2,210m de largura x 2,213m de altura;
  • Externas: 6,069m de comprimento x 2,380m de largura x 2,591m de altura, com capacidade máxima de 34 Toneladas.

Enquanto o modelo de 40 pés tem as medidas:

  • Internas: 12,020m de comprimento x 2,230m de largura x 11,730m de altura, com capacidade cúbica de 37,57m³;
  • Externas: 12.192 m de comprimento x 2.230 de largura x 2.591 de altura, com capacidade máxima de 45 Toneladas e 67m³.

Graneleiro (20 pés)

Este modelo de container tem a parte interna revestida, ideal para o carregamento de grãos, por exemplo, café, milho e sementes.

Esse container tem as medidas:

  • Internas: 5,838m de comprimento x 2,366m de largura x 2,374m de altura, e capacidade cúbica de 32,79m³;
  • Externas: 6,058m de comprimento x 2,438m de largura x 2,591m de altura, com capacidade máxima de 30,48 Toneladas. 

Container Tanque

É utilizado sobretudo para o transporte de produtos químicos, corrosivos ou cargas ácidas, por seu revestimento especial na parte interna.

container tanque

Tem as dimensões:

  • Internas: 5,717m de comprimento x 2,267m de largura x 2,117m de altura, com capacidade cúbica de 27,43m³;
  • Externas: 6,058m de comprimento x 2,438m de largura x 2,438m de altura, e capacidade máxima de 24 toneladas.

Container Ventilado

É utilizado para as cargas que precisam “respirar”, como as cargas vivas (animais), pois seu design prevê entrada e saída de ar em toda a estrutura. Mas pode também ser usado para transportar mercadorias como café, cacau, manufaturas e grãos.

Tem as dimensões:

  • Internas: 5,900m de comprimento x 2,323m de largura x 2,367m de altura, e capacidade cúbica de 32,44m³;
  • Externas: 6,068m de comprimento x 2,438m de largura x 2,591m de altura, com capacidade máxima de 24 Toneladas.

Container Aéreo: os principais

Além dos modelos de container para o transporte de cargas no modal marítimo, existem mais de 18 modelos específicos para o transporte no modal aéreo, inclusive para cargueiros, com objetivos diferentes. No entanto, neste artigo falaremos dos principais:

LD-1

Este modelo é recomendado para as aeronaves B747, B767, B777 e MD-11. Possui 233cm de comprimento x 133cm de largura x 162cm de altura, e peso máximo de 1.588kg.

LD-2

Modelo recomendado para a aeronave B767, já que conta com 156cm de comprimento x 153cm de largura x 162cm de altura, seu peso máximo é de 1.225kg.

LD-3 Insulated

Modelo recomendado para A300, A310, A330, A340, B747, B767, B777 e DC10, uma vez que possui 200cm de comprimento x 153cm de largura x 160cm de altura, com peso máximo de 1.588kg.

LD-4

Modelo recomendado para B767 e B777, apresenta 153cm de comprimento x 243cm de largura x 162cm de altura, com peso máximo de 2.449kg.

A Titânia acompanha seu processo para que ele seja um sucesso de ponta a ponta

A Titânia descomplica suas operações no Comércio Exterior porque entende o seu negócio e ajuda a sua empresa a se adaptar ao mercado internacional, focando no seu crescimento.

Toda mercadoria que entra ou sai do país formalmente (exportação ou importação) deve ser submetida ao procedimento de despacho aduaneiro, que consiste em apresentar à análise dos órgãos competentes toda informação contida nos documentos da operação, através do sistema Siscomex, de acordo com a legislação vigente.

Acesse nosso site e saiba mais sobre o acompanhamento completo e especializado feito no despacho aduaneiro, para que o seu processo ocorra de uma ponta à outra com sucesso. Para tanto, a Titânia Soluções em Comércio Exterior oferece o suporte completo, realizando todos os serviços burocráticos por meio do cumprimento de todas as normas para a segurança assim como o êxito dos procedimentos.

Nós providenciamos todos os registros necessários no Siscomex a fim de obter o desembaraço aduaneiro e possibilitar a saída da mercadoria para o exterior, no caso de exportação, ou a entrega da mercadoria ao importador, no caso de importação.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn